O que uma pessoa que já partiu quer que você saiba

Está tudo bem. Eu perdoo-te. Não há nada a perdoar, aliás... Está tudo certo. Eu amo-te. Fizeste o melhor que podias. Estarei sempre aí, em memória e consciência. Dei-te o melhor que pude. Fiz o melhor que pude. Lamento por tudo aquilo que faltou. Não estou mais aí, sei que a ausência e a saudade … Continue a ler O que uma pessoa que já partiu quer que você saiba

Porque é que “deixar ir” não funciona?

No outro dia estava a pensar neste tema cá com os meus botões, embrenhada nos meus próprios processos emocionais, e surgiu-me uma frase: "To let go you must go through" (trought the pain, the skeletons and the fear). Que quer dizer: "para deixar ir, tens de ir através. Através do medo, dos fantasmas e dos medos". … Continue a ler Porque é que “deixar ir” não funciona?

O centro apaziguador

As pessoas que atendo inspiram-me muito. São das consultas que surge a maior parte dos meus textos. Basta uma palavra, uma frase, um sentimento, e "boom", sai-me algo pelas entranhas que precisa ver a luz do dia através de palavras. Costumo usar a metáfora do "olho do furacão", ser o centro de tudo, mesmo quando … Continue a ler O centro apaziguador

Para onde foi a felicidade?

Falo com imensas pessoas que me dizem: "Mas eu era tão feliz... Tão alegre e espontânea. Dizia tudo o que pensava, brincava e ria... Agora dou por mim a perceber que, a dada altura, comecei a deixar de ser assim, a deixar de me sentir alegre". O que aconteceu? Para onde foi essa felicidade, essa … Continue a ler Para onde foi a felicidade?

O céu e a terra. O bom e o mau

E no princípio tudo era luz, tudo era bom, tudo era perfeição. Havia Deus e havia anjos. Até que um anjo se rebelou e se tornou, por oposição, um demónio: o primeiro anjo caído. O que quer dizer que antes de sermos maus, antes somos bons. Ou seja, a base é o bem, a luz, … Continue a ler O céu e a terra. O bom e o mau