A hipnose como ferramenta (e não como cura)

daisy-1346049_960_720

Se espera ir a uma consulta de hipnoterapia e sair de lá curada, vai ficar desapontada. A hipnose não é uma “cura”. A hipnose é uma ferramenta para se conseguirem resolver conflitos internos, gerir as emoções, ultrapassar medos e fobias, conseguir processar um luto, etc. A hipnose ajuda a sanar sim, ajuda a apaziguar, ensina estratégias de coping, ou estratégias para lidar melhor com as situações.

Pode treinar-se a assertividade, pode ajudar a perceber algumas dinâmicas e, com isso, ajudar no seu posicionamento perante a vida, pode ajudar com estratégias para diminuir a ansiedade e com isso conseguir dormir melhor, por exemplo.

Não se podem garantir resultados. Sabemos, sim, que a hipnose é uma valiosa ajuda e contributo para se conseguirem superar uma variedade de situações. Se serve para ajudar a perder peso? Também. Se tiver vontade de passar pelo processo de emagrecimento, que envolve reduzir consumos alimentares, mudar hábitos e realizar alguma forma de actividade física. Não vai a uma consulta de hipnose e puff, sai de lá sem vontade de comer e o corpo começa a emagrecer naturalmente.

Na hipnose ajudamos a lidar, a perceber e a resolver aspectos emocionais que estão na génese de alguns distúrbios.

Também não funciona se quer chegar a uma consulta, por curiosidade, sem objectivos definidos, e ter alguma forma de resultado, no sentido de querer apenas ser surpreendida, como se o terapeuta fosse uma pessoa que está ali para garantir alguma forma de entretenimento. Também não funciona se quer apenas desabafar os seus problemas e ter quem a oiça e lhe diga que tem razão. Para isso pode procurar um amigo ou ir ao confessionário.

Em uma consulta de hipnoterapia, há lugar a uma conversa, uma “entrevista”, por assim dizer, em que são recolhidas informações acerca de acontecimentos importantes, traumas, perdas, etc., para se poder estabelecer objectivos terapêuticos e ser decidido que exercícios aplicar de seguida. A consulta de hipnoterapia segue determinados princípios e obedece a determinadas regras.

Primeiro, a pessoa tem de estar disponível e ter vontade de mudar. Segundo, abrir-se com o terapeuta no sentido de dar todas as informações necessárias para que se possa fazer um bom trabalho, não escondendo informação importante. Terceiro, não esperar resultados imediatos nem ter expectativas irrealistas, esperando que numa sessão se sinta imediatamente (e muito) diferente, ou que fique num estado de transe ou relaxamento profundo numa primeira sessão. Pode acontecer, ou não. O mais habitual é que não sinta tão profundamente os exercícios numa primeira sessão, mas vá aprofundando o estado de relaxamento ao longo das futuras sessões.

Quarto, a hipnoterapia não é de sessão única como a terapia multidimensional, a leitura de aura, ou outras terapias holísticas. A hipnoterapia, para resultar efectivamente tem de ser feita nas sessões necessárias para que se produzam resultados ou uma mudança efectiva. Têm de ser trabalhados todos os aspectos que a mantêm no sofrimento, um trabalho com as emoções e situações específicas que a marcaram.

Quinto, dê-se tempo, paciência e abertura ao longo de todo o processo. Tomar conta de si e das suas emoções nem sempre é fácil, talvez não esteja habituada a fazê-lo, é um processo e leva o seu tempo. Tem altos e baixos, nem sempre se vai sentir espectacular depois de cada sessão. Tem vezes que sim, tem vezes que não, que vai sair mexida e triste depois de uma consulta em que trabalhámos determinados temas.

É mesmo assim, é como o processo da vida, de viver. Umas vezes é bom, outras vezes nem tanto, e vai ter diversos estados emocionais ao longo de todo o processo. Se vale a pena? Para mim vale sempre a pena passar por isso, porque nos leva mais longe, mais fundo e mais além do que julgámos ser possível. E, com tempo e paciência, vamos mudando, e melhorando.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s