O equilíbrio não é um estado

fox-1284512_960_720

Sim, o equilíbrio não é estático. Não é um patamar que atingimos e pronto, ficamos lá. O equilíbrio é fluído, é um movimento. Por vezes, de fora para dentro, mas normalmente é de dentro para fora. O que quero dizer com isto? Por vezes o nosso ambiente externo, as nossas relações e o nosso trabalho estão estáveis, estão relativamente bem, sem problemas de maior, mas nós podemos não nos sentir bem interiormente e sentirmos que não estamos a usufruir das nossas condições de vida actuais, ou, pelo contrário, por tudo estar bem fora de nós, temos até mais facilidade em também estar bem.

A coisa complica quando fora está desorganizado, lento, estagnado, quando há falta de algo, ou quando algo está em excesso: há discussões, mudanças, obras em casa, processos no tribunal, desemprego, doença, falta de pagamento no trabalho. Ou seja, as nossas condições externas afectam o nosso equilíbrio. E isto está certo, é normal uma separação, morte ou doença de alguém querido ou próximo, por exemplo, nos afectar e nos tirar do “equilíbrio”. Mas esses acontecimentos são inevitáveis, vamos sempre ter de atravessar fases mais difíceis na nossa vida, mais cedo ou mais tarde, e essas fases, por melhor que estejamos nessa altura, vão sempre perturbar o nosso equilíbrio.

No exemplo que estava a dar há pouco, de tudo estar bem nas nossas vidas e mesmo assim não nos sentirmos bem, já é algo que internamente está fora de equilíbrio e precisa ser visto. Que emoções tem contido ou evitado? Que algo não está a ser visto e reconhecido? Que posicionamento não tem tomado ou tem tomado em excesso? Há sempre motivos, por vezes ocultos e inconscientes, que causam a falta de equilíbrio. Mais fáceis de identificar são as causas externas, as internas precisamos buscar, compreender e cuidar, e é aí que um trabalho terapêutico pode entrar.

Todos nós temos os nossos altos e baixos e fases boas e menos boas. Agora, quando uma fase menos boa se prolonga, com angústia, sofrimento, dilemas, questões, dúvidas, incertezas, etc., aí sim, é bom poder procurar ajuda indicada e fazer algo a respeito, cuidar do interior e das suas emoções. Mesmo quando algo de fora, ou externo, está fora de alinhamento, está caótico, ameaçador ou desafiante, também nos cabe a nós procurar ajuda se não temos as competências ou ferramentas necessárias para lidar com isso. E sim, tudo mexe connosco, o que está fora e o que está dentro. Então, como manter o equilíbrio?

Vamos mantendo, saindo dele e voltando a ele as vezes que forem necessárias. Então não podemos conceber o equilíbrio como algo estático mas sim fluido. O equilíbrio, na minha perspectiva, é um movimento. Como dizia em cima, por vezes de dentro para fora, outras vezes de dentro para fora. Ou tudo está bem fora e por isso nos sentimos bem, ou podemos sentir-nos bem mesmo quando tudo lá fora parece um caos. E sim, isso é possível. Quando praticamos atenção plena ao momento, vivemos um dia de cada vez, cuidamos das nossas emoções e arrumamos e organizamos os nossos pensamentos continuamente, conseguimos fazer isto.

É como limpar a casa semanalmente, mudar os lençóis ao fim de semana, lavar a cara todos os dias, tomar o pequeno almoço antes de sair de casa – é um hábito, é um hábito que podemos adoptar. Há quem corra todos os dias, ou vá ao ginásio três vezes por semana, faça uma caminhada aos domingos, faça yoga ou meditação diariamente. Há quem pinte, desenhe, faça mandalas, vá passear o cão ou escreva um diário. Há quem faça terapia semanalmente ou quinzenalmente, faça reiki regularmente. Cada um encontra a sua fórmula. Se está difícil encontra esse equilíbrio, sim, faça terapia e encontre actividades que possam ajudar a mantê-lo e a criá-lo novamente sempre que seja necessário. Tudo é um processo, tudo é movimento. Nada é estático, na verdade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s