Tempos de quaresma e recessão

angel-428077_960_720

Jejum, abstinência e orações. Alguns dos princípios que orientam o período de quaresma, que ouvimos falar de tradições religiosas de algumas igrejas cristãs, nomeadamente a católica, que é um período de 40 dias antes da Páscoa. Sem querer, todos estamos a padecer, compulsivamente, de um sistema parecido, de forma mandatória. Se não é pelo governo ou as entidades laborais e de saúde a decretar a necessidade de quarentena, podemos fazê-lo voluntariamente.

Precisamos sim, para conter esta pandemia, de evitar os contactos sociais ao máximo, pois a infecção por este novo vírus está disseminada por toda a população do planeta neste momento, excepto ainda algumas zonas sem casos confirmados – o que não invalida já haverem casos assintomáticos aí existentes.

“Jejum” – neste momento precisamos, mais do que nunca, comer conscientemente, sem desperdício, fazendo refeições sensatas e compras inteligentes: comprar alimentos que se transformem em várias refeições, como o caso de massas e arroz, com alguma fonte de proteína (atum, cogumelos, peixe, carne, etc.). Comprar o essencial e consumir verdes, saladas e legumes, e fruta, e evitar alimentar-se em excesso. Se a lógica é ficar por casa, e em falta de actividade física, consumir o número mínimo de calorias necessário.

“Abstinência” – abster-se de contactos físicos com outras pessoas que não aquelas com quem vive, abster-se de frequentar locais com muita gente, abster-se de muitas idas ao supermercado e outros locais públicos, até de farmácias, hospitais e centros de saúde, bem como de viagens desnecessárias. Há que cuidar da sua saúde e dos outros e ter comportamentos preventivos. Há um serviço nacional para questões relacionadas com a saúde e com o surto do COVID19 para accionar antes de se deslocar a serviços de saúde, correndo o risco de se infectar ou infectar outros.

“Orações” – ficar em casa e procurar informação segura e actualizada sobre o vírus e sobre estratégias de prevenção da infecção por esse mesmo vírus. Seguir as normas e os protocolos estabelecidos com esse efeito. Seguir práticas que visem a sua saúde mental, como manter rotinas de sono e de descanso, bem como de alimentação e exercício físico. Vários ginásios e outras plataformas digitais já têm aulas preparadas para esse efeito, para fazer na sua própria casa, quintal ou terraço. Pode igualmente continuar a fazer as suas práticas de yoga, exercícios localizados, meditação e exercícios de relaxamento a partir de casa também. Se tem alguma fé, orar, meditar, pedir pela paz e pela rápida superação desta pandemia.

Há sempre o que fazer. Deve manter uma atitude consciente, racional e calma nestas alturas. Todos temos as nossas próprias preocupações e medos que são normais dada a situação que vivemos. Todos temos de digerir as informações que recebemos diariamente através de várias fontes, o alarmismo dos media, de familiares e amigos. Todos devemos desenvolver resiliência agora, mais do que nunca, e procurar formas de gerir as emoções que vão surgindo. Há, também, que desligar das notícias e não estar sempre “ligado” e distrair-se sempre que possível.

Mais uma vez informo, pode sempre procurar ajuda online, há vários psicólogos e terapeutas preparados para dar resposta virtual em termos de consultas através de vídeo conferência, para que tenha com quem falar e com quem trabalhar a ansiedade, o medo e o pânico. O meu canal também está aberto nesse sentido. Respondo a mensagens e emails com pedidos de ajuda, seja através do telemóvel, seja nas redes sociais (Facebook e Instagram) sendo possível marcar sessões à distância ou colocar dúvidas às quais eu possa responder.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s