Como organizar o trabalho a partir de casa

art-3343890_960_720

Quando se trabalha a partir de casa (e dadas as circunstâncias o número de pessoas que trabalha a partir de casa aumentou consideravelmente), as dificuldades mais comuns são:

  1. As distracções: filhos, tarefas domésticas, a televisão, as redes sociais, jogos, etc.
  2. Demasiado tempo livre: demasiado espaço de manobra.
  3. Procrastinação: “Se não fizer agora, faço daqui a bocado. Se não fizer daqui a bocado, faço amanhã e não há problema!”
  4. Falta de um plano: desorganização e falta de prioridades.

Sem ninguém a controlar o nosso trabalho e sem um horário fixo, fica muito fácil dispersar. Uma coisa é quando temos um horário, um prazo para cumprir determinadas tarefas e trabalhamos com outras pessoas e cujo tempo de trabalho é, de facto, para fazer determinadas tarefas naquele tempo (trabalho por objectivos ou por lista de tarefas/prioridades), outra coisa é quando somos nós a gerir o nosso tempo, a nos motivarmos e incentivarmos para trabalhar e para nos monitorizarmos.

Considerando que em casa há sempre aquela loiça para lavar, aquela roupa para arrumar, camas para fazer, roupa para passar, almoço e jantar para fazer, filhos aos saltos e aos gritos pela casa, fica difícil concentrar, mesmo para quem vive sozinho ou não tem filhos, visto que há sempre as redes sociais e a televisão que é uma verdadeira distracção (há sempre filmes, séries, documentários, notícias e programas interessantes para ver, a todas as horas do dia). Mas não temam! Aqui vão algumas soluções/estratégias para rentabilizar o tempo e organizar-se da melhor forma:

1. Organize a sua agenda. 

Fundamental. Mesmo que não use agenda, crie um plano de trabalho semanal ou mensal e uma lista de tarefas diárias. Convém sentar-se um pouco e planificar a agenda, pensando nas tarefas que tem para fazer. Crie uma lista com prioridades e espalhe essas tarefas pela sua semana ou mês de trabalho.

2. Gira bem o seu tempo.

Com a lista de tarefas em mão, e colocando essas tarefas nos vários dias da semana em que pensa trabalhar, dedique um horário para trabalhar em cada dia da semana. Pode pensar em que horários é mais produtivo/a, se é mais produtivo de manhã, dedique as manhãs para trabalhar; se pelo contrário é mais produtivo/a à tarde ou noite, reserve algumas horas desse período para trabalhar. Há uma fórmula para isto: 8h de descanso, 8h de trabalho, 8h de lazer.

3. Trabalhe por blocos.

Como todos os trabalhos, há vários tipos de tarefas que temos de fazer. Um dia ou uma manhã pode dedicar-se a responder ou enviar emails, uma tarde pode ser para fazer telefonemas, outro dia pode ser para escrever ou publicar nas redes sociais, etc. Ou seja, dividir as tarefas por género e ter um momento para cada uma delas. Ajuda a estruturar o trabalho e saber sempre o que tem de fazer a cada dia ou a cada período do dia.

4. Tire tempo para descansar.

Mas um descanso produtivo. Vão haver dias que o marasmo, o cansaço e a apatia vão tomar conta de si. Se estiver em desespero, em exaustão ou com um grande nível de ansiedade, e não estiver a conseguir ser produtivo/a, pare. Descanse. Distraia a mente, mas não fique a pensar no trabalho. Veja ou leia qualquer coisa que absorva completamente a sua atenção. Durma as horas necessárias à noite, descanse em períodos regulares ao longo do dia, quando pára para se alimentar, por exemplo.

5. Faça actividades de bem-estar.

Não pode ser só trabalho e descanso. Intercale com alguma actividade física, seja dança, jardinar, fazer uma aula online de yoga, pilates, alongamentos ou outra que goste. Tire 10 ou 15 minutos do seu dia para fazer meditação ou alguns exercícios de relaxamento, brinque com o seu animal de estimação ou com o(s) filho(s), se tiver. Pinte mandalas, leia um livro que goste, tome um banho de imersão, qualquer coisa. Não se esqueça, 8h descanso, 8h trabalho, 8h de lazer. Essa é a fórmula.

6. Procure ajuda.

Se não se consegue organizar, se é difícil planificar o seu dia de trabalho, se tem demasiada ansiedade, pode ser benéfico procurar ajuda especializada, seja da área do coaching (como para definir objectivos e encontrar soluções, por exemplo), seja da área da psicologia, para aprender a gerir emoções e o seu tempo também.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s